Cacoal lidera o ranking de empréstimos através do PROAMPE

Cacoal tem se destacado como um dos municípios com maior aderência ao Programa de Microcrédito Produtivo do Estado de Rondônia, implementado através de parceria entre Governo do Estado e Municípios. Aqui em Cacoal, até o dia 30 de junho mais de R$ 700.000,00 (Setecentos mil reais) haviam sido aprovados e a expectativa é que chegue a R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais) até o dia 10 de julho, conforme prevê o Secretário Municipal de Indústria, Comercio e Turismo, Elizeu Dias dos Santos.

O prefeito Adailton Fúria afirmou que sua gestão tem envidado todos os esforços possíveis para que os micros e pequenos empreendedores tenha acesso ao PROAMPE e o município colocou duas agentes de créditos trabalhando em tempo integral para atender aos interessados.

C:DCIM100GOPROGOPR2682.GPR

“Nesse tempo de pandemia, programas como esse, são uma oportunidade de revitalizarmos a atividade econômica, criando condições para que o micro e pequeno empreendedor possa fazer frente às dificuldades e tocar seus negócios, gerando renda e fortalecendo a atividade econômica”, disse o prefeito.

O programa prevê a liberação de até R$ 30.000,00 (trinta mil reais) ao pequeno empreendedor, que pode parcelar em 36 vezes, com até 06 meses de carência. A taxa de juros é muito acessível e o tomador paga apenas a variação da SELIC + 1,25% ao ano.

De acordo com o titular da SEMICT, Elizeu dias, o microcrédito do PROAMPE está disponível para os micros e pequenos empreendedores da economia formal e informal que desenvolvam atividades produtivas potencialmente viáveis.

Trabalhadores oriundos de cursos promovidos pelos programas de qualificação profissional municipal e/ou estadual, ou que possuam experiência e capacidade técnico-administrativa no mercado de produção de bens ou serviços, Cooperativas ou outras formas de associação produtiva de bens e serviços, rurais ou urbanas, que sejam legalmente constituídas, pequenos produtores rurais familiares e profissionais liberais.

O PROAMPE foi instituído pelo Decreto n.º 25.555, de 16 de novembro de 2020 e tem como objetivo atender a quem está precisando de estímulos para se manter de pé nesses tempos difíceis que o país e o mundo enfrentam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui